Árvore do viajante – Ravenala madagascariensis

Árvore do viajante – Ravenala madagascariensis

.

Herbácea de tronco alto, pertence à família Strelitziaceae, nativa de Madagáscar, perene, de crescimento rápido, podendo atingir em clima tropical, até 30 metros de altura. Conforme a planta cresce, vai progressivamente perdendo as folhas mais baixas e mais antigas, revelando um tronco cinza resistente. Ela foi descrita como uma mistura de bananeiras e palmeiras.

Folhas semelhantes às da bananeira e podem atingir mais de 3 metros de comprimento, são opostas, se alinham na vertical, assumindo a forma de um imenso leque.

.

Árvore do viajante – Ravenala madagascariensis

.

Tem sido dado o nome de “Árvore do viajante” porque as bainhas das hastes seguraram a água da chuva, que, supostamente, poderia ser utilizada para matar a sede dos viajantes necessitados. No entanto, a água no interior da planta é escura e malcheirosa e não deve ser consumida sem purificação.

.

Árvore do viajante – Ravenala madagascariensis

.

O nome científico Ravenala vem de, Malagasy Ravinala que significa “folhas da floresta”.

Os frutos são cápsulas secas, contendo numerosas sementes, as quais são circundada de uma fibra azul intensa. A polinização no seu país de origem é fornecida pelos lêmures e morcegos .

As flores são grandes e numerosas, branco-amarelada, protegidas por espatas em forma de canoa e saem das axilas das folhas novas. Surgem no outono.

É amplamente utilizada na jardinagem dando um toque exótico e tropical a grandes jardins residenciais, fazendas e parques. Pode ser utilizada isolada ou em grupos.

Tem um ditado que diz: “Se um viajante fica bem em frente da “Árvore do viajante” e fizer um pedido ao bom espírito, esse desejo vai se tornar realidade.

.

Cuidados com a Árvore do viajante

Clima: Tropical, Subtropical.

Cultivada a sol pleno. Quando ainda jovem, tolera meia sombra.

Solo fértil, rico em matéria orgânica, bem drenado, mas mantido úmido. Não tolera o encharcamento.

Se plantada em vaso, regar copiosamente durante o crescimento, em solo bem drenado, deixando a água do vaso escoar, sem o prato, a fim de evitar acúmulo de água e causar uma possível podridão radicular.

Fazer limpeza da planta retirando folhas secas e brotos, para que fique uma planta única.

A planta responde bem à fertilizante rico em nitrogênio, que é o elemento estimulante na produção e viçosidade das folhas. Algumas alternativas são: torta de mamona, uréia ou NPK na formulação 20-10-10.

A Ravenala é um símbolo de Madagascar e aparece em forma estilizada, no logo da companhia aérea nacional.

Multiplica-se por sementes, que perdem rapidamente o poder de germinação.

.

Árvore do viajante – Ravenala madagascariensis

.

Árvore do viajante – Ravenala madagascariensis

.

.