Bonina – Bellis perennis

Bonina – Bellis perennis

.

Herbácea, pertence à família Asteraceae, nativa da Europa e Ásia Menor, perene, rizomatosa, rastejante, ramificada, de 10-20 cm de altura e muito ornamental.

Folhas dispostas em rosetas, espatuladas, carnosas, glabras, de 8-14 cm de comprimento.

Inflorescências eretas, solitárias, dispostas bem acima da folhagem, com flores compostas de uma parte central amarelo com pequenas pétalas e podem ser ser simples ou dobradas. As diferentes variedades cobrem uma gama de cores que vão do branco ao vermelho escuro através de vários tons de rosa. Surgem quase o ano todo.

.

Bonina – Bellis perennis

.

Em jardins a Bonina é usada como bordadura ao longo de caminhos, em conjunto formando maciços em amplos espaços, assim como em vasos e jardineiras. Muito usada como flor de corte e na composição de arranjos e buquês.

Clima: Tropical, Subtropical, Temperado, Continental, Mediterrâneo.

Aprecia sol direto, mas em regiões muito quente, deverá ser plantada em locais que receba apenas o sol da manhã.

Cultivada em solo fértil, rico em matéria orgânica, com boa drenagem e irrigados periodicamente. Tolerante à um leve período de seca.

Apesar de ser perene é cultivada como anual ou bienal, pois perde a beleza e o vigor com o tempo.

Na medicina popular a Bonina é usada para tratamento de doenças da garganta e brônquios e em cataplasmas de folhas fervidas para tratar contusões, entorses, feridas e furúnculos.

Multiplica-se por sementes e por divisão da planta após a floração. Em alguns locais, é considerada erva invasiva.

.

Bonina – Bellis perennis

.Bonina – Bellis perennis.

.