Clusia – Clusia fluminensis

Clusia - Clusia fluminensis

Arbusto, pertence à família Clusiaceae, nativa do litoral do Rio de janeiro e São Paulo, perene, com folhagem ornamental de até 6 metros de altura.

Folha rígidas, brilhantes em forma de gota, de textura encerada.

As flores são pequenas e brancas, a espécie é dióica, isto é, apresenta plantas macho e fêmea separadas. A floração ocorre na primavera-verão. Os frutos pequenos atraem os pássaros.

Clusia - Clusia fluminensis

Seus frutos são em forma de cápsula, que quando maduros, abrem-se expondo muitas sementes que são bastante apreciadas por pássaros.

Usada para compor pequenos maciços em meio ao jardim, cercas vivas, renques e vasos (de cimento) pois suas raízes são agressivas e podem rachar vasos mais fracos. Pode ser conduzida como uma arvoreta.

E recomendável plantá-la longe de canos de água, ralos e nascentes. As raízes aéreas da clusia são agressivas e espalham-se por buracos em busca de água.

Clima: Tropical, Tropical úmido. Tolera o frio tropical.

Cultivada a pleno sol ou meia sombra em solo fértil, rico em matéria orgânica, leve, bem drenado com regas periódicas.

É uma planta muito rústica, que necessita de poucos cuidados mas recomenda-se fazer podas de contenção e limpeza, removendo galhos secos e doentes.

Propícia um ambiente favorável ao desenvolvimento de plantas nas áreas de restingas (solos arenosos e salinos).

Multiplica-se facilmente por estaquia, alporquia ou por sementes.

Clusia - Clusia fluminensis

Clusia - Clusia fluminensisClusia fluminensis “variegata”

.