Coronilla glauca

Coronilla glauca

.

Arbusto, pertence à família Fabaceae, nativa da região do Mediterrâneo, perene, de crescimento rápido, com 1-1,5 metro de altura e 1-1,5 metro de diâmetro e muito ornamental.

Coronilla significa pequena corola.

Folhas alternas, compostas, imparipinadas, com folíolos obovados, de cor verde-azulada.

Inflorescências axilares, com flores amarelas agrupadas em glomérulos terminais e perfumadas. Surgem no final do inverno até o início do verão.

Frutos são vagens com segmentos facilmente desarticulados, de até 5 cm de comprimento.

Em jardins é usada isolada ou em grupos formando maciços, margeando cercas e muros e formando sebes. Utilizada em jardins de rocha e baixa manutenção.

.

Cuidados com a Coronilla glauca

Clima: Subtropical, Temperado, Mediterrâneo. Tolera geadas leves.

Exige proteção contra os ventos frios.

Cultivada a pleno sol ou meia sombra, em solo moderadamente fértil e bem drenado. Vive em solos rochosos e calcários. Tolera solos secos.

.

Propagação

Multiplica-se por semente, que germinam espontaneamente; as novas mudas podem ser transplantadas facilmente. Para obter germinação mais rápida, deve-se quebrar a dormência da semente.

Também por estacas de caule semi-lenhosas jovens, no início do verão.

.

Coronilla glauca

.

Coronilla glauca

.

.