Cosmo amarelo – Bidens sulphurea

Cosmo amarelo - Bidens sulphurea

.

Herbácea, pertence a família Asteraceae, nativa do México, América Central e América do Sul, anual, ereta, ramificada, de 0,30-2,00 metro de altura, mas possui algumas formas anãs.

Folhas compostas pinadas, membranáceas, discolores e pilosas.

Flores reunidas em capítulos grandes, simples ou dobrados, solitários, muito vistosos, dispostos bem acima da folhagem por longos pedúnculos, geralmente de cor alaranjada, surgindo ocasionalmente a variedade de flores amarelas. Surgem quase o ano todo, com mais intensidade na primavera-verão e atraem abelhas, borboletas e pássaros.

O nome do gênero vem da palavra grega que significa kosmos bonita.

Usada na decoração de jardins, formando maciços em amplos espaços gramados, como bordaduras ao longo de caminhos, também se desenvolvem bem em vasos.

.

Cuidados com o Cosmo amarelo

Clima: Tropical, Subtropical, Continental, Equatorial, Mediterrâneo, Temperado.

Cultivada a pleno sol onde floresce com mais intensidade, mas tolera meia sombra.

Não é exigente quanto ao solo, mas aprecia o solo moderadamente fértil, bem drenado e mantido úmido. Depois de estabelecida tolera leves períodos de seca.

.

Propagação

Multiplica-se facilmente por sementes, que possui um alto vigor de dispersão.

Pequenos espinhos, que grudam nas roupas, os carrapichos, são a forma de disseminação do fruto e consequentemente brotação das sementes.

Aclimatou-se muito bem em diversas regiões do mundo, sendo considerada invasora na maioria delas.

.

 

Cosmo amarelo - Bidens sulphurea

.

Cosmo amarelo - Bidens sulphurea

.

Cosmo amarelo - Bidens sulphurea

.

.