Cotoneaster Tibetano – Cotoneaster conspicuus

Cotoneaster Tibetano - Cotoneaster conspicuus

.

Árbusto, pertence à família Rosácea, nativo do sudeste do Tibete, de crescimento lento, de até 3 metros de altura e muito ornamental.

Forma variável, densamente ramificados, com ramos ascendentes, retos ou cruzados.

Folhas simples, pequenas e verdes escuras brilhantes.

Inflorescências em cachos, com flores pequenas, brancas ou rosadas de cinco pétalas e perfumadas. Surgem na primavera-verão.

Frutos vermelhos brilhantes, de 8-10 mm de diâmetro. Surgem no outono, que persistem durante o inverno e atraem pássaros.

Em paisagismo o Cotoneaster é usado formando maciços densos em meio à gramados; também muito usado em jardins de pedras. Pode ser educado como arvoreta.

.

Cuidados com o Cotoneaster

Clima: Subtropical, Temperado.

Cultivada a pleno sol ou meia sombra.

Tolera vários tipos de solo, inclusive solo pobre, desde que bem drenado e mantido úmido. Depois de estabelecido e tolerante à seca.

Não necessita de adubo, mas para maiores floradas, adubar no início da primavera com composto orgânico e farinha de osso e no verão com NPK 4-14-8.

É uma planta muito rústica, que necessita de poucos cuidados mas recomenda-se fazer podas de contenção e limpeza, removendo galhos secos e doentes.

.

Fruto não recomendado para consumo humano

O fruto pode causar distúrbios estomacais leves quando ingeridos.

.

Propagação

Multiplica-se por semente e por estacas semilenhosas.

.

Cotoneaster Tibetano - Cotoneaster conspicuus

.

Cotoneaster Tibetano - Cotoneaster conspicuus

.

.