Kaizuka – Juniperus chinensis torulosa

Kaizuka – Juniperus chinensis torulosa

.

Conífera arbustiva, pertence à família Cupressaceae, nativa da Ásia, China e Japão, perene, com formato cônico ou colunar, muito ramificada e cresce de forma torcida, de crescimento moderado, podendo chegar à 6 metros de altura.

Folhas quando jovem são verde-claras, mas a medida que a planta se torna adulta, vão escurecendo. Apresentam dois tipos de agulhas na mesma planta, quando surgem nas pontas dos ramos, possuem formato de agulha, quando estas folhas ficam adultas são escamosas.

Seus frutos são de pouco valor ornamental, são globulares e de um violeta-amarronzado.

A planta se apresenta de dois modos. No primeiro, trata-se de um arbusto masculino, piramidal, quase colunar e muito ramificado. Já o arbusto feminino forma ramos um pouquinho mais esparramados e delgados.

Quando observada a distância, lembra uma escultura pela forma assimétrica. Pode ser cultivada de forma isolada, em grupos, vasos, formando renques e cercas vivas. É apropriada para jardins de estilo europeu e oriental. Não se encontra duas kaizucas iguais.

Também pode ser usada para manter a umidade do ar, como quebra vento, amenizar a poluição sonora e reter o pó das ruas.

A Kaizuka é uma planta arbustiva, confundida com as árvores por apresentar caule lenhoso, a diferença é que os arbustos tem um porte menor e a ramificação do tronco é próxima do solo.

.

Cuidados com a Kaizuka

Clima: Subtropical, Oceânico, Mediterrâneo. Tolera o clima tropical.

Deve ser cultivada sob sol pleno ou no máximo meia-sombra, em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e bem drenado, a água das chuvas é suficiente para regá-las. Não tolera encharcamento.

Só necessita de regas frequentes nos primeiros meses após o plantio. Quando estabelicida torna-se tolerante a seca.

Adapta-se a maioria dos tipos de solo, do arenoso ao argiloso. Tolera bem tanto a alcalinidade quanto a acidez, conseguindo até mesmo se desenvolver em lugares cheios de pedregulhos. Aceita um certo grau de salinidade.

Adubar uma vez ao ano com torta de mamona ou NPK 10-10-10.

Não é aconselhável fazer podas, pelo fato da planta perder muito do seu visual.

Multiplica-se por sementes, em qualquer época do ano e por estacas semilenhosas, desde que seja feita no outono e retirada das pontas dos ramos.

.

Kaizuka – Juniperus chinensis torulosa

.

Kaizuka – Juniperus chinensis torulosa

.

Kaizuka – Juniperus chinensis torulosa.

.