Magnólia – Magnolia liliflora

Arbusto vigoroso, pertence à família Magnoliaceae, nativa da China e Japão, de até 5 metros de altura, que pode perder as folhas no inverno.

Flores grandes, levemente perfumadas, aparecem juntamente com as folhas e permanecem enquanto estas caem. São flores brancas internamente e coloridas de rosa ou vinho na face externa.

magnolia-magnolia-liliflora-flor-arbusto

Magnólias são valiosas por sua excepcional longevidade e pelo florescimento, que se torna progressivamente mais intenso com a idade da planta.

Em paisagismo é usada como planta isolada, em que as flores coloridas, o caule cinzento com verde do gramado criam um lindo contraste na paisagem. Também fica muito bonita se plantada em conjunto com folhagens verdes.

Clima – Continental, Mediterrâneo, Subtropical. A Magnólia é resistente ao frio, mas não tolera geadas.

Cultivada a pleno sol, em solo fértil, rico em matéria orgânica, enriquecido com farinha de osso e bem drenado. Irrigar no primeiro ano de plantio e em estações secas, porém sem encharcamento.

O plantio pode ser feito em qualquer época do ano, em covas grandes e bem adubadas com pH de preferência neutro a levemente ácido. Colocar uma estaca para conduzir o crescimento e protegê-la da ação do vento que lhe é prejudicial.

Podas são feitas para orientar o crescimento elegante, remova os ramos fracos, malformados e os brotos-ladrões. Em plantas adultas, podas devem ser feitas apenas para limpeza de ramos secos.

Magnólia apresenta o hábito de emitir brotos da raiz, gerando uma verdadeira touceira.

Multiplica-se por alporque ou estacas de ramos jovens ou semilenhosos, que levam de 6-8 semanas para enraizar. As sementes são outra maneira, mas a semeadura deve ser feita na primavera, e os resultados nem sempre são satisfatórios.

.

magnolia-magnolia-liliflora-flor-arbusto

.

magnolia-magnolia-liliflora-flor-arbusto

.