Miosótis – Myosotis sylvatica

Miosotis - Myosotis sylvatica

Herbácea, pertencente à familia Boraginaceae, nativa da Europa, perene, bienal, de curta duração, de 20 a 30 centímetros de altura. Folhas verde-azuladas, pequenas, delicadas, lanceoladas a ovaladas.

Inflorescências terminais que se assemelham a espigas, com formações de flores muito curtas, pequenas, brilhantes, com 5 pétalas na cor azul e com o centro amarelo e branco. Surgem a partir da primavera até o início do verão. Ocorrem ainda a variedade Myosotis sylvatica Rosylva de flores cor de rósea e a Myosotis arvensis de flores brancas.

Miosotis - Myosotis sylvatica

É uma planta rastejante, muito ramificada e compacta, tendendo a crescer mais em largura do que em altura. Sua atração principal são as flores.

Cultivadas em canteiros, bordaduras, maciços, jardins rochosos, vasos.

Prefere baixas temperaturas e altitude elevada.

Deve ser cultivada a meia-sombra, em solo fértil, enriquecido com matéria orgânica e farinha de osso, bem drenado e irrigado periodicamente, aprecia solo úmido, mas não encharcado.

Plantar as mudas com 6 centímetros de distância uma da outra, para reduzir os problemas de doenças fúngicas, principalmente em regiões com verões quentes e úmidos.

Multiplica-se por sementes e mudas fáceis de transplante. Planta bienal, mas tratada como anual.

.

Miosotis - Myosotis sylvatica.

Miosotis - Myosotis sylvatica.

.

.