Rosinha da Índia – Rhaphiolepis umbellata

Rosinha da Índia - Rhaphiolepis umbellata

.

Arbusto, pertence à família Rosaceae, nativa do Japão e Coréia, perene, ereto ou de ramos horizontais, semilenhoso, de crescimento lento, muito ramificado, com copa densa e arredondada, de até 1,5 metro de altura e muito ornamental.

Folhas largamente elípticas, verde escuras, coriáceas, brilhantes, glabras e espessas, de 3-5 cm de comprimento.

Inflorescências em panículas terminais, com flores pequenas, com 5 pétalas obovadas, de cor branco-rósea, perfumadas com numerosos estames de cor carmim. Surgem no inverno-primavera e atraem pássaros.

Frutos numerosos com cerca de 2 cm de diâmetro, de cor azul escuro com uma semente.

A Rosinha da Índia é usada isolada como ponto focal e em grupos formando maciços em amplos espaços gramados.

.

Cuidados com a Rosinha da Índia

Clima: Subtropical, Temperado, Oceânico, Mediterrâneo. Aprecia o clima litorâneo.

Cultivada a pleno sol ou meia sombra, com floração mais intensa a pleno sol.

Solo fértil, rico em matéria orgânica, bem drenado e mantido úmido. Evitar molhar as folhas e flores ao regar a planta.

Recomenda-se fazer podas de limpeza, removendo galhos secos e doentes. Tolera podas leves.

No início do inverno adubar com esterco de gado ou composto orgânico, enriquecido farinha de osso, incorporar de leve ao solo, mantendo uma distância de 30 cm do tronco. No início da primavera, usar adubo mineral NPK 4-14-8, seguindo a orientação do fabricante.

Multiplica-se facilmente por sementes.

.

Rosinha da Índia - Rhaphiolepis umbellata

.

Rosinha da Índia - Rhaphiolepis umbellata

.

.

.