Semânia – Seemannia sylvatica

Semânia - Seemannia sylvatica

.

Herbácea, pertence à família Gesneriaceae, nativa da bolívia, Brasil, Equador, Peru e Paraguai, perene, ereta, rizomatosa, ramificada, pubescente, de 20-35 cm de altura, com folhagem e florescimento ornamentais.

Folhas simples, lanceoladas, asperas na face superior, de margens lisas, coloração verde escura e de 9-16 cm de comprimento. Se desenvolvem desde a base e diretamente dos rizomas.

Flores axilares, solitárias sobre pedúnculo longo, tubulares, com 4 cm de comprimento, de cor vermelho vivo e garganta amarela pontilhada de marrom. São densamente encobertas por pêlos finos, com textura aveludada. Surgem durante quase o ano todo e de forma intensa no verão.

.

Semânia - Seemannia sylvatica

.

Em jardins é usada como forração de áreas sombreadas, assim como em vasos e jardineiras.

A Semânia é uma planta rastejante, compacta, tendendo a crescer mais em largura do que em altura, de crescimento rápido é adequada para áreas de sombra peneirada com alguma úmidade, o que a torna ideal para preencher espaços vazios sob plantas mais altas. Sua atração principal são as flores.

.

Cuidados com a Semânia

Clima: Tropical de altitude, Subtropical, Equatorial. Não tolera geadas.

Cultivada à meia sombra ou sombra peneirada, em solo fértil, rico em matéria orgânica, bem solto, drenável e mantidos sempre úmido, mas não encharcado. O solo encharcado causa a podridão da raiz.

Reduza significativamente a rega durante os meses de inverno. O rizomas em repouso requerem condições realmente mínimas de umidade.

Adubar a Semânia na primavera com adubo mineral NPK 4-14-8, com metade da dose recomendada pelo fabricante.

Multiplica-se por sementes e pela divisão da planta junto com um pedaço de rizoma.

.

Semânia - Seemannia sylvatica

.

.