Tumbérgia arbustiva – Thumbergia erecta

Tumbérgia arbustiva - Thumbergia erecta

.

Arbusto, pertence à família Acanthaceae, nativo da África Tropical, perene, de caule lenhoso, marrom acinzentado e muito ramificado, de 1,8-2,5 metros de altura.

Folhas simples, opostas, verde-brilhantes, de 5-11 cm de comprimento, com pecíolo de 4-8 mm.

Flores tubulares, solitárias, axilares, roxas aveludadas com o centro amarelo, Ocorre também uma variedade de flores brancas. Surgem quase o ano todo, com mais intensidade na primavera-verão e atraem beija-flores e borboletas.

A Tumbérgia é usada na decoração de jardins, como planta isolada ou formando maciços ao longo de muros, muretas, paredes e cercas. Conduzida podada proporciona uma cerca viva decorativa. É facilmente conduzida como trepadeira sobre suportes apropriados.

.
Cuidados Tumbérgia arbustiva 

Clima: Tropical, Subtropical, Equatorial. Não tolera geadas.

Cultivada a pleno sol, onde apresenta um aspecto mais compacto ou meia-sombra.

Solo fértil, rico em matéria orgânica e enriquecido com farinha de osso, bem drenável com regas regulares. É moderadamente tolerante à seca.

Não se desenvolve bem em locais com solo alcalino ou arenoso.

Adubar no início da primavera com adubo orgânico, enriquecido de farinha de osso.

A forma desta planta depende da quantidade de podas. Formará um montículo rastejante, se não for cortado, ou um arbusto baixo com poda leve regular.

A Tumbérgia arbustiva pode receber poda drástica (não podar mais que 1/3 da folhagem), o arbusto rejuvenesce rapidamente, mas ficará vários meses sem florescer.

Em regiões de clima temperado, comporta-se como decídua, rebrotando com vigor na primavera.

Multiplica-se por sementes e mais facilmente por estacas, de preferência após o florescimento.

.

Tumbérgia arbustiva - Thumbergia erecta

.

.